O Google, Deduções Lógicas e a reforma da Física


Visão geral da tecnologia Google

     O Google usa o PageRank™ para examinar toda a estrutura do link da web e determinar quais páginas são mais importantes. A partir de então, ele faz análises de correspondência de hipertexto para detectar quais páginas são relevantes para a pesquisa específica sendo realizada. Pela combinação da importância geral e a relevância específica da pesquisa, o Google consegue colocar primeiramente os resultados mais relevantes e confiáveis.

Tecnologia PageRank: 

     O PageRank faz uma avaliação objetiva da importância de páginas da web, resolvendo uma equação de mais de 500 milhões de variáveis e 2 bilhões de termos. Em vez de contar links diretos, o PageRank interpreta um link da Página A à Página B como um voto para a Página B pela Página A. O PageRank, então, avalia a importância da página pelo número de votos que recebe.

     O PageRank também considera a importância de cada página que deposita um voto, já que os votos de algumas páginas são considerados como tendo maior valor, dando assim à página vinculada um maior valor. As páginas importantes recebem um PageRank mais alto e aparecem na parte superior dos resultados da pesquisa. A tecnologia do Google usa a inteligência coletiva da web para determinar a importância de uma página. Não há envolvimento humano ou manipulação de resultados, o que faz com que os usuários confiem no Google como uma fonte de informações objetivas não corrompidas por colocação paga.

Análise de correspondência de hipertexto:

     O mecanismo de pesquisa do Google também analisa o conteúdo da página. Entretanto, em vez de simplesmente rastrear textos baseados em página (que podem ser manipulados pelos editoresdo site através de metatags), a tecnologia do Google analisa o conteúdo completo de uma página e os fatores em fontes, subdivisões e a localização exata de cada palavra. O Google também analisa o conteúdo das páginas da web vizinhas, para assegurar que os resultados retornados sejam os mais relevantespara a consulta do usuário.

    
     Esta página foi feita para mostrar aos físicos e aos estudantes de física, que a física atual e a física de Deduções Lógicas são praticamente a mesma. A diferença é que a física de Deduções Lógicas é interpretada por um observador no referencial absoluto, criado pela nossa imaginação, e a física atual, por um observador no referencial da Terra.

      Veja,

            Os referenciais , O observador

      Existem, na física atual, alguns erros de interpretação de alguns conceitos fundamentais.

      A ciência para ser coerente e para dar credibilidade a estes erros, mudou a interpretação matemática de certas fórmulas.

      Exemplos:

     Na relatividade

     A fórmula da velocidade ondulatória, usada para calcular a velocidade de chegada da luz das galáxias à Terra,
deveria ser v = λ x f’, com λ constante, mudou para c = λ x f’  com c constante.

     Esta fórmula é verdadeira quando a fonte de luz e seu receptor estão no mesmo referencial. Esta mudança deu credibilidade ao postulado “a velocidade da luz é constante para um observador em qualquer referencial”.

     Nos movimentos curvilíneos

     A aceleração que aparece na fórmula a = v2/r, é deduzida como se fosse da força centrípeta, dando credibilidade a esta força que não existe. Ela deveria ser deduzida como pertencente a força centrifuga.

     No universo

     A interpretação de que a radiação cósmica de fundo vêm de todas as direções, fazendo os físicos concluírem que o universo não tem centro.

     Isto é certo para um observador no referencial da Terra, que tem a sua verdade distorcida pela velocidade deste referencial.  No entanto,  a verdade absoluta de um observador completamente parado, no referencial absoluto, o universo tem centro, e este centro é o local onde se deu o big bang .

     Como as teorias de Deduções Lógicas não aceitam esses paradigmas, os físicos e os estudantes de física acham que é um disparate tudo o que escrevo.

     Percebi que a maioria dos artigos que publico no site de “Deduções Lógicas” estão bem colocados, no ranking do Google, mesmo aqueles que não são de física, como os que falam de economia, administração publica etc.

     Só agora entendi, o porquê disto.

     O Google não usa especialistas nas áreas que pesquisamos. Estes especialistas estão com as suas mentes repletas de paradigmas, o que influenciaria no valor dos índices que o Google da para cada página pesquisada.

     O sucesso do Google, foi eliminar a mente humana ao usar o seu software PageRanking.

     Se o Google usasse físicos para julgar as páginas mais interessantes e consistentes para aparecerem nas suas pesquisas, com certeza, as páginas de Deduções Lógicas seriam eliminadas.

     Portanto, caros físicos e estudantes de física, aceitem os resultados do Google quando aparecer as paginas do site Deduções Lógicas nas primeiras colocações do RankinPage, como todos os pesquisadores do mundo aceitam.

     Veja mais detalhes nos links do menu abaixo.

There are no comments for "O Google, Deduções Lógicas e a reforma da Física".

Comentarios

  • Se você gostou de Deduções Lógicas, ajude a divulgá-las, Curta e envie para seus amigos as nossas teorias pois como eu já disse são tantas e profundas as modificações que faço na física, que o conhecimento delas, levará ao homem uma fase extraordinária de progresso e de bem estar.

    Use os Botões abaixo


  • Esta pesquisa mostrará todas as páginas do site de Deduções Lógicas que possuem o termo digitado.

    Loading

    Usuários on line

    No momento há 1 usuário e 1 visitante online.