O Fóton - O Paradoxo da massa do fóton

Paradoxo da massa do fóton

         A ciência afirma que o fóton é um quantum de energia luminosa e, ao mesmo tempo que a energia E=mc2. A partir disso, concluímos que o fóton tem massa, já que tem energia. Porém, a relatividade afirma que a massa cresce com a velocidade e que não é possível qualquer objeto material, de massa de repouso não nula, atingir a velocidade da luz e nem mesmo poder ultrapassá-la. Portanto, de acordo com a relatividade, a massa inercial aumenta da seguinte maneira:
(1)

         Então, quando v = c, pela fórmula acima, temos que m = 8 (infinito!).Agora, no caso do fóton, que já está na velocidade da luz (v=c), de acordo com a fórmula 1 acima, "m" seria infinita se tivéssemos a massa de repouso m0 ¹ 0; no entanto, a física relativística impõe a condição m0= 0 (sem massa) para o fóton, de tal sorte que m (energia) do fóton fique finita. Esse argumento da relatividade é na verdade um subterfúgio de natureza puramente matemática. Podemos demonstrar tal subterfúgio através de Deduções Lógicas, mediante a detecção de um paradoxo lógico que surge na luz, contradizendo a interpretação dada pela formula 1 para explicarmos a massa do fóton.

         Para demonstrarmos a inconsistência lógica na interpretação da massa do fóton, lançaremos mão da seguinte experiência idealizada como uma hipótese: -"Imagine que você esteja no referencial de um fóton num raio de luz, formado de n fótons, carregando uma energia total E=nh n, equivalente à energia do raio de luz considerado. Cada fóton carrega consigo também um momento (quantidade de movimento) p = mc; portanto, a luz carrega uma energia que é proporcional ao momento total. No entanto, se você está no referencial desses fótons, como você está viajando na mesma velocidade dos mesmos, espera-se que os outros fótons estejam sempre parados em relação a você. Ora, assim sendo, o momento relativo entre você e os demais fótons seria prelativo= m0vR = m0(c-c) = 0. Logo, conforme ciência prediz, a luz deixaria de existir para você se m0=0, e ao mesmo tempo, ela existiria para o outro observador externo. De fato, esse é um paradoxo lógico criado pela relatividade, o que contraria as conclusões da teoria eletromagnética da ciência,que afirma que a luz carrega sempre energia e momento, possuindo sempre massa pela equação E=mc2. Portanto, devemos repensar sobre a idéia errônea da relatividade acerca da massa nula do fóton. Conclusão lógica: O fóton apresenta massa para qualquer referencial. Essa é a única maneira de eliminar o paradoxo.

14 comments for "O Fóton - O Paradoxo da massa do fóton".

Não existe esse paradoxo enviado por Visitante (não verificado(a))
Propagação da luz , foton , vetor de poyting. enviado por Visitante (não verificado(a))
Sobre o texto "ERRO DE GERALDO" enviado por Dr. X (não verificado(a))
O Erro de Gerlado enviado por Aldo (não verificado(a))
Silogismo enviado por Visitante
Relatividade... enviado por Visitante
"Existem no universo enviado por Visitante
Fórmula incompleta enviado por Visitante
Gostei muito de ambos os enviado por Visitante

Comentarios

  • Se você gostou de Deduções Lógicas, ajude a divulgá-las, Curta e envie para seus amigos as nossas teorias pois como eu já disse são tantas e profundas as modificações que faço na física, que o conhecimento delas, levará ao homem uma fase extraordinária de progresso e de bem estar.

    Use os Botões abaixo


  • Esta pesquisa mostrará todas as páginas do site de Deduções Lógicas que possuem o termo digitado.

    Loading

    Usuários on line

    No momento há 1 usuário e 1 visitante online.