Acelerador de partículas - Funcionamento do acelerador de partículas

Em um acelerador de partículas, o que aumenta com a velocidade não é a massa da partícula, e sim a força de coesão no interior das partículas devido ao aumento da força forte.

Essa força forte é originária da fórmula da Relatividade da Gravidade:



onde:


F0
= Força da gravidade forte de coesão no interior de uma partícula parada

Fv
= Força da gravidade forte de coesão no interior de uma partícula em movimento com velocidade v. 

Aumento do campo magnético para manter as partículas numa trajetória circular dentro do acelerador

P = partícula carregada com carga q, sendo acelerada;
B = campo magnético uniforme;
Fm = força magnética devido ao campoB;
Fc = força centrífuga devido ao movimento circular da partícula;
v = velocidade adquirida pela partícula P.

Para a ciência

Para manter a partícula na sua trajetória circular dentro do acelerador, precisamos exercer uma força magnética originada pelo campo B atuando sobre a partícula P carregada, dada por :

Fm deve ser igual à força centrífuga Fc, que surgirá somente devido à deflexão da trajetória da partícula dentro do acelerador, provocada pela presença do campo magnético, de modo que, quando

Para Deduções Lógicas

A fonte magnética A emite partículas mediadoras de energia magnética em todas as direções com velocidade da luz c, no momento em que a partícula P se encontra na posição P entre A e B.

A partícula P, no acelerador, adquire velocidade v e vai encontrar a partícula mediadora da força magnética emitida do ponto A no ponto P1, fazendo um ângulo
com a sua trajetória PP1, e exercendo a força magnética Fm na direção perpendicular à trajetória da partícula P na posição P1.

Se a velocidade v  fosse nula, v = 0, a partícula mediadora da força Fm encontraria a partícula P na posição P, formando um angulo de 90º com a trajetória da partícula P, percorrendo a trejetória AP com a velocidade c, num tempo t0 .

Se v > 0, a partícula mediadora vai encontrar a partícula P na posição P1, fazendo um ângulo com a trajetória PP1 e percorrendo a trajetória AP1 com a velocidade c em um tempo t.

Nesse mesmo tempo t, a partícula P vai da posição P até a posição P1 com a velocidade v. Então resolvendo o triângulo APP1, chegaremos à formula:

A Força Magnética

Do raciocínio acima, concluímos que o campo magnético gerado dentro do acelerador de partícula para manter a partícula P na sua órbita circular, deverá ser drasticamente intensificado para compensar o baixo rendimento e a eficiência do acelerador, através da diminuição de

Como em Deduções Lógicas a massa M não cresce, ela permanecerá constante.

Sendo assim, para obedecer à expressão Ffcentrífuga = Fmagnética, o campo magnético B terá que realmente crescer como se a massa crescesse na mesma proporção. No entanto, não é a massa que cresce, e sim, o rendimento do campo é que cai, requerendo a intensificação do mesmo pelo aumento da
corrente elétrica nas bobinas do acelerados, de tal maneira que,f quando v --> c, se faz necessário aumentar a corrente elétrica ao infinito, o que limita a capacidade de aceleração das partículas no acelerador.

Mais uma vez, devemos lembra aqui que deduções Lógicas afirma fque a matemática da Relatividade está certa, mas o que está incorreto são as interpretações dadas aos resultados obtidos. Logo, o que fizemos foi aperfeiçoá-la com novas interpretações fundamentadas na lógica, como no exemplo acima, que menciona o movimento das partículas dentro dos aceleradores.

O funcionamento dos aceleradores de partículas.

Até hoje, a ciência acredita que a massa da partícula cresce com o aumento da velocidade no interior dos aceleradores. Assim, uma parcela da energia fornecida pelo acelerador durante a aceleração da partícula se transforma na sua energia cinética, enquanto que o restante é usado para o aumento da sua massa.

De acordo com a fórmula E = mc2, concordo que a energia materializa em massa, inclusive no meu modelo de Universo, o Big Bang produziu somente energia pura que, através da Gravidade Lógica, materializou-se em vários níveis de partículas num processo lento que durou aproximadamente 300.000 anos para que a energia pura se transformasse em átomos. Portanto, não é possível transformar energia que não seja pura em matéria e nem sequer energia pura em matéria de modo instantâneo.

A ciência pode contra-argumentar o que acabamos de dizer afirmando que o fóton do raio gama, por ser energia pura, decai instantaneamente num elétron e num pósitron( elétron com carga positiva). Por outro lado, Deduções Lógicas afirma que o fóton possui massa e representa apenas a luz visível, sendo que as outras radiações são representadas por outras partículas mediadoras.

Assim, é possível que o fóton do raio gama seja uma partícula constituída por duas partículas de mesma massa, isto é, o elétron e o pósitron. Por isso, não é energia que transforma instantaneamente em duas partículas, e sim, simplesmente uma partícula que decai nas outras duas.

Por outro lado, a ciência, que considera o aumento da massa, chega à conclusão de que a força magnética usada nos aceleradores para manter as partículas nas suas trajetórias circulares, equilibrando a força centrífuga, precisaria crescer ao infinito quando a velocidade da partícula tende para a
velocidade da luz c.

Vamos fazer uma comparação entre a matemática de Geraldo Cacique e a de Einstein, usadas no funcionamento dos aceleradores.

Ciência

Teorias de Geraldo Cacique

Aumento da massa com a velocidade, isto é,

onde:

M0 = massa de repouso da partícula;

M = massa da partícula em movimento com velocidade v.

Praticamente toda a energia fornecida pelo acelerador de partículas quando a velocidade v se aproxima de c é transformada em massa.

O aumento da massa com a velocidade fez crescer a força centrífuga(centrípeta) conforme a fórmula

levando ao aumento do campo magnético B que produz a força magnética Fm a fim de equilibrar com a força centrífuga que mantém a partícula na sua trajetória circular dentro do acelerador, onde:

Para a Ciência, temos = 90º sempre. O campo magnético B é usado para manter a partícula na sua trajetória circular, crescendo proporcionalmente à massa, através da fórmula

ou seja, pela ciência, com o aumento da velocidade v da partícula, a sua massa m aumenta, obrigando ao aumento da intensidade do campo magnético B.

Aumento da força gravitacional forte de coesão interna das partículas.

F0 = força forte interna de coesão com a partícula em repouso.

Fv
= força forte interna de coesão com a partícula em movimento v.

A energia fornecida pelo acelerador de partículas quando a velocidade v se aproxima de c é usada para o aumento da força gravitacional forte interna da partícula.

O aumento da velocidade v da partícula faz o ângulo diminuir, levando à redução da força magnética pela fórmula

Sendo assim somos obrigados a aumentar o campo magnético B para equilibrarmos a força centrífuga que atua na partícula com a força magnética, mantendo-as na sua trajetória circular dentro do acelerador de partículas.

Nesse caso, o aumento da velocidade v da partícula faz diminuir o ângulo , reduzindo a força magnética o que obrigou aumentarmos a intensidade do campo magnético B.

Veja que a explicação para o funcionamento dos aceleradores é muito mais simples, lógica e aceitável do que aquela dada pela ciência. Além disso, a matemática usada pelo seu avô é compatível com o que acontece com as partículas no interior dos aceleradores, da mesma forma que ocorre com a matemática usada pela ciência. A diferença entre elas está na interpretação.

Todas essas explicações é para que aqueles leitores que tenham conhecimento de física não possam usar dos seus próprios conhecimentos acadêmicos que estamos colocando em dúvida para refutar a teoria de Geraldo Cacique que propõe reformá-los.

Geraldo Cacique está propondo uma reforma na física, pois existem erros de interpretação nela. Então, não é sensato que os físicos usem simplesmente as interpretações que eles consideram correta para refutar as suas teorias, antes de compará-las.

As pessoas, por força do hábito, têm a tendência de manter o conservadorismo e, por isso, quando se confrontam com uma novidade que se choca com aquilo que eles estabelecem como certo, então, eles refutam veementemente o novo sem se dar o trabalho de conhecê-lo para poder compará-lo com as velhas idéias e dai concluir qual é a mais simples, mais lógica e aceitável.

Deduções Lógicas deu novas interpretações para explicar várias questões que os físicos solucionam usando a Relatividade.

Porque durante um século, nenhum físico não consegui detectar os erros da Relatividade, simplesmente porque eles sempre procuraram erros na matemática da Relatividade Restrita, sendo que nessa matemática não existem erros, e mais ainda, na Relatividade da Luz, geralmente as questões se resumem no cálculo do comprimento das trajetórias L percorridas pelos fótons, onde: L = c x t, sendo t constante e c a velocidade da luz modificada com a velocidade de sua fonte, mas, se considerarmos c constante e modificarmos o tempo t na mesma proporção que alteramos o c na fórmula acima, o resultado de L = c x t será matematicamente o mesmo. Sendo assim, os resultados matemáticos da Relatividade Restrita estão corretos, confirmando as várias experiências feitas pelos físicos.

Ouço dizer pelos físicos que a melhor teoria que explica o Universo é o modelo einsteiniano, seno que tal modelo é puramente matemático, cujos resultados conferem com os dados observacionais dos astrônomos. Isso ocorre devido à validade dos resultados matemáticos que acabei de expor, e tais
resultados garantem a veracidade da teoria de Einstein perante a comunidade científica. No entanto, esses resultados peçam pelas interpretações que lhe são dadas. Eu vou te dar um exemplo:

Os físicos, ao usarem a dilatação do tempo e a contração do espaço, deduziram a existência da quarta dimensão. Através da laboriosa matemática que eles utilizam em seus trabalhos, eles devem ter concluído que o raio de luz e a linha de gravidade fazem curvas no espaço, porém, para descrever tais
efeitos na quarta dimensão, o que é impossível ser abstraído pela mente, eles acabam interpretando que as trajetórias dos fótons fazem curvas, chegando ao absurdo de afirmar que se tivéssemos uma super visão e olhássemos adiante, a luz faria tal curva, permitindo-nos enxergar a nosso própria nuca!.

Quanto a curvatura da linha de gravidade, os físicos interpretaram-na com se a própria gravidade curvasse o espaço, o que na mente do homem comum é impossível de se compreender.

Quando os físicos afirmam que entendem a curvatura do espaço, estão raciocinando em termos matemáticos, interpretando as equações da teoria einsteiniana. Sendo assim, de acordo com essas equações, a forma do Universo pode ser uma esfera, um plano ou até mesmo uma sela, o que vai depender do valor da densidade crítica da matéria que é introduzida nessas equações, e para resolver tais equações, se faz necessário ter um profundo conhecimento de matemática de tensores e geometria diferencial, assunto este dominado somente por muito poucos matemáticos, portanto, somente alguns físicos têm condições de trabalhar com a Relatividade Geral de Einstein.

Veja, a Relatividade Lógica de Geraldo Cacique acabou com a dilatação do tempo, com a quarta dimensão, trazendo para o homem comum a capacidade de compreender o funcionamento da dinâmica do Universo, devido à utilização de uma matemática simples e a compreensão dos fenômenos quando raciocinamos em apenas três dimensões.

Os físicos raciocinam que só eles com seu conhecimentos matemáticos têm a capacidade de entender os fenômenos cosmológicos e para eles seria um absurdo uma pessoa sem tais conhecimentos poder fazer uma teoria que funcione tão bem quanto a teoria de Deduções Lógicas.

1 comment for "Acelerador de partículas - Funcionamento do acelerador de partículas".

Elétromagnetismo enviado por Visitante

Comentarios

  • Se você gostou de Deduções Lógicas, ajude a divulgá-las, Curta e envie para seus amigos as nossas teorias pois como eu já disse são tantas e profundas as modificações que faço na física, que o conhecimento delas, levará ao homem uma fase extraordinária de progresso e de bem estar.

    Use os Botões abaixo


  • Esta pesquisa mostrará todas as páginas do site de Deduções Lógicas que possuem o termo digitado.

    Loading

    Usuários on line

    No momento há 1 usuário e 1 visitante online.